sábado, 5 de agosto de 2017

REFLEXÃO PARA A SUA VIDA

Quando viemos a esse mundo, nos foi imposto regras, desde a primeira roupinha na maternidade... Você deve se trajar assim, depois você deve seguir tal religião, você deve se comportar assim, e com isso qualquer coisa que fazemos que saia dessa regra nos julgamos errados... Porém esquecemos o quanto de tombo caímos para dar nosso primeiro passo em andar de pé... Então refletir sobre tudo é importante... A vida nos foi dada... Se existe um paraíso quando morrermos não sabemos, mas sabemos sim e temos de concreto é essa vida aqui, então porque não ser feliz e não vivê-la. Ah fiz tudo errado, então faz tudo de novo da forma que acredita ser a certa... O sol nasce pra todos, não importa se é para o milionário executivo, ou para o pobre miserável... A cada dia que nasce é uma nova oportunidade... Como temos tratado as pessoas?  Com respeito? Com dignidade? E mais importante ainda como temos tratado a nós mesmos? Estamos sendo feliz? Acredito naquele que se dá uma oportunidade, acredito naquele que todos julgam perdido, pois aprendi e tive o privilégio de olhar num abismo onde todos têm até medo de olhar vi a mais bela flor que nunca vi em outro lugar, a vida é um mistério divino e amo imensamente e sonho sempre, por mais que o mundo julgue, deixe julgar seja feliz com você, não temos concretamente nem comprovadamente a certeza que existe outra além dessa... se quer mudar tudo na sua vida mude, transforme, você é protagonista dela... Você deve estar se perguntando e como ficam então as regras, você não gosta dela. Digo lhe gosto de regras... Amo as regras, pois ela é ética, essas regras nos fizeram parar de viver o comodismo da mesmice selvagem de comer frutas no pé de árvore e evoluir e sermos o grande potencial humano que somos hoje... Não viemos aqui pra ter uma vida morta, nem muito menos pra viver apenas aprovação de outros, viemos aqui por tempo indeterminado a única certeza é que estamos vivos aqui e agora, assim como temos certeza de nossa morte mas não sabemos o dia e iremos sozinhos...